terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Dragão é o unico representante do centro-oeste na Série A em 2011

O Atlético suportou a pressão e representou o futebol goiano com grandeza na tarde deste domingo. Com o empate em 0 a 0 com o Vitória-BA, o Dragão conseguiu evitar o rebaixamento e garantiu-se na Série A de 2011.

Com 35 mil torcedores a seu favor, o Vitória bem que tentou pressionar o Dragão. Mas o time goiano se mostrou guerreiro durante os 90 minutos e conseguiu segurar o ímpeto do time baiano.

Vitória

Viáfara; Nino Paraíba, Gabriel Paulista, Anderson Martins e Egídio; Neto Coruja, Uelliton e Fernando (Ramon); Henrique (Schwenck), Júnior e Adaílton (Elkeson). Técnico: Antonio Lopes

Atlético-GO
Márcio; Adriano, Welton Felipe, Gilson e Thiago Feltri; Agenor, Pituca e Robston; Elias (Anaílson); Juninho (William) e Marcão. Técnico: René Simões

Cartões amarelos
Vitória: Júnior, Egídio, Uelliton e Robston
Atlético-GO: Agenor, Welton Felipe, Márcio e Juninho

Cartão vermelho
Vitória: Gabriel Paulista

Árbitro
Sálvio Spínola Fagundes Filho (SP)

Dragão 1x1 Sao Paulo

E a agonia continua por mais uma semana...

A decisão sobre a permanência do Dragão na Série A em 2011 ficou para a última rodada da competição. Neste domingo, o Dragão ficou no empate em 1 a 1 com o São Paulo e vai decidir seu futuro contra o Vitória, no Barradão.

Atlético
Márcio, Adriano, Gilson, Welton Felipe (Pedro Paulo) e William; Agenor, Pituca, Robston e Renatinho (Anailson); Elias e Marcão (Diogo Galvão). Técnico: René Simões

São Paulo
Rogério Ceni, Alex Silva, Samuel e Renato Silva; Jean, Casemiro (Jorge Wágner), Cléber Santana, Lucas e Carlinhos Paraíba (Bruno Uvini); Marlos e Lucas Gaúcho (Zé Vitor). Técnico: Paulo César Carpegiani

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia (GO)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (FIFA/RS)
Público: 27.938 pagantes
Renda: 207.542,50
Gols: Elias, aos 19 do 2º Tempo (ACG); Rogério Ceni, aos 9 do 2º tempo (SP)




Avaí 3x0 Dragão

Não foi neste domingo que o Dragão conseguiu confirmar sua presença na Série A 2011.

O Dragão acabou derrotado pelo Avaí por 3 a 0, na Ressacada. A decisão pode acontecer na próxima rodada, diante do São Paulo, caso haja uma combinação de resultados.

Embalado pelo apoio da torcida que lotou o estádio, o Avaí pressionou bastante desde o início do jogo. Eltinho, no primeiro tempo, e Jeferson, no segundo, duas vezes, marcaram os gols do time catarinense.

O Dragão ocupa a 15ª posição com 40 pontos e continua dependendo apenas de si mesmo para permanecer na Série A. No próximo domingo, recebe o São Paulo e na última rodada, vai a Salvador enfrentar o Vitória, adversário direto.

Avaí
Renan, Patrick, Emerson Nunes, Emerson e Eltinho; Diogo Orlando, Batista, Rudinei (Jeferson) e Caio; Davi (Bruno) e Vandinho (Danielzinho). Técnico: Vágner Benazzi.

Atlético
Márcio, Adriano, Gilson, Jairo e Thiago Feltri; Agenor (Anailson), Pituca, Robston e Renatinho (William); Juninho e Marcão (Elias). Técnico: René Simões

Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Evandro Rogério Roman (FIFA/PR)
Público: 17.800 pagantes
Renda: R$ 69.980,00



Dragão 3x0 Palmeiras

Com uma atuação inspirada do meio-campista Robston, o Dragão venceu na tarde deste domingo os reservas Palmeiras por 3 a 0 e respirou no Campeonato Brasileiro. Fora da zona da degola, o time goiano conseguiu subir ainda mais na tabela de classificação, entrando na zona de classificação à próxima edição da Copa Sul-Americana.

Com o resultado, o Dragão chega aos 40 pontos ganhos, mais distante da zona de rebaixamento. Gilson e Robston, duas vezes, marcaram os gols do anfitrião. A equipe ainda teve sua missão facilitada pela expulsão do zagueiro Danilo, no início do segundo tempo. Com um a mais, sequer chegou a ter a vitória ameaçada.

Atlético
Márcio, Adriano, Gilson, Jairo e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Robston e Renatinho (Elias); Juninho (Anailson) e Josiel (Marcão). Técnico: René Simões

Palmeiras
Bruno, Leandro Amaro, Danilo e Fabrício; Vítor, Pierre, Márcio Araújo (Jean), Patrick e Luís Felipe. Dinei (Bruno Turco) e Ewerthon (Tadeu). Técnico: Felipão

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia (GO)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (DF/Asp. FIFA)
Público: 8.472 pagantes
Renda: 163.860,00
Gols: Gilson, aos 30/1º T e Robston, aos 10 e 19/ 2ºT.


Dragão 2x2 Inter

Atlético-GO e Internacional se enfrentaram neste sábado, no Serra Dourada, e empataram por 2 a 2. O jogo, válido pela 34ª rodada do Brasileirão, teve outras semelhanças além do placar. Cada time foi melhor num tempo de jogo e teve também um pênalti discutível marcado a seu favor. No fim das contas, um ponto para cada um. Juninho e Elias marcaram para os donos da casa, com Leandro Damião e Giuliano anotando para os colorados.

Atlético-GO
Márcio; Victor Ferraz (Chiquinho), Daniel Marques, Welton Felipe e Renatinho; Agenor, Rômulo, Robston e Elias (Anailson); Juninho e Josiel (Marcão); técnico René Simões

Internacional
Abbondanzieri; Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Wilson Matias, Glaydson, Andrezinho e Giuliano (Edu); Rafael Sobis (Ilan) e Leandro Damião (Marquinhos); técnico Celso Roth

Cartões Amarelos
Atlético-GO: Daniel Marques, Agenor e Welton Felipe
Internacional: Andrezinho, Kleber e Leandro Damião

Renda:
R$ 80.955,00

Público:
4.459 pagantes

Árbitro
Sandro Meira Ricci (DF)

Local
Estádio Serra Dourada, Goiânia (GO)

Botafogo 3x2 Dragão

Um bom primeiro tempo não foi suficiente para segurar o Botafogo no Estádio João Havelange, no Rio. O Atlético-GO perdeu por 3 a 2, e para continuar fora da zona de rabaixamento depende do resultado da partida entre Avaí x Atlético-MG. Em campo, o Dragão mostrou um bom poder de reação, ainda que tardio.

Atlético-GO: Márcio; Adriano, Welton Felipe, Daniel Marques, Thiago Feltri (Elias); Agenor, Pituca (Rômulo), Robston, Renatinho; Juninho e Marcão (Josiel). Técnico: René Simões.

Botafogo: Jeferson; Antônio Carlos, Márcio Rosário (Danny Morais) e Leandro Guerreiro; Caio, Fahel, Marcelo Mattos, Lúcio Flávio (Edno), Somália (Renato Cajá); Jobson e Loco Abreu. Técnico: Joel Santana.

Gols: Caio, aos 44 minutos, do primeiro tempo; Jobson, aos 3, Loco Abreu, aos 20, Juninho, aos 37 e Robston, aos 47 minutos, do segundo tempo.

Amarelos: Thiago Feltri (suspenso/Atlético-GO), Adriano (suspenso/ Atlético-GO), Pituca (suspenso/ Atlético-GO)

Público: 17.118 pagantes

Dragão 1x1 Ceará

Mandante do jogo, o DRAGAO entrou em campo dando as cartas no Serra Dourada. Criou, insistiu, sufocou o rival, perdeu gols e deixou de liquidar o placar. Foi, então, castigado por uma falha do goleiro Márcio, que cedeu o empate ao Ceará no segundo tempo. Gosto amargo com o placar de 1 a 1, para quem esteve próximo de anotar mais três pontos, até com certa facilidade, e se distanciar ainda mais do Z-4. Marcão fez o gol do Dragão, e Michel, de falta, o do Ceará.

Atlético-GO:
Márcio; Adriano (Chiquinho), Gilson (Jairo), Daniel Marques, Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Robston, Renatinho (Elias); Marcão e Juninho. Técnico: René Simões

Ceará: Michel Alves; Boiadeiro (Careca), Fabrício, Anderson (Diego Sacomam), Vicente (Eusébio); Heleno, Michel, João Marcos, Geraldo; Washington e Magno Alves. Técnico: Dimas Filgueira

Gols: Marcão, aos 25 minutos, do 1° tempo; Michel, aos 30 minutos, do 2° tempo.

Amarelos: Michel Alves (Ceará)

Público: 3.840 pagantes

Renda: R$ 63.875

sábado, 23 de outubro de 2010

Guarani 0x1 DRAGAO



Num jogo com dois times ameaçados pelo rebaixamento, o Atlético conquistou um resultado importantíssimo na noite deste sábado na cidade de Campinas, interior de São Paulo. A vitória de 1 a 0 sobre o Guarani, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, fez o Dragão escalar dois degraus na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro.

Com mais sete rodadas a serem disputadas, o time goiano foi a 35 pontos e subiu para a 14ª colocação. O Bugre, com a mesma pontuação, foi ultrapassado e agora é o 15º. Os dois estão a quatro pontos da zona da morte.

Destaque para Agenor que recebeu uma pancada e nao pôde ser substituido, jogou no sacrificio honrando nossa camisa.

GUARANI 0: Douglas; Rodrigo Heffner, Aislan, Ailson e Márcio Careca; Renan, Paulo Roberto (Baiano), Preto e Diego Barboza (Victor Júnior); Diogo (Mário Lúcio) e Reinaldo Técnico: Vagner Mancini

ATLÉTICO 1: Márcio; Adriano, Gilson (Paulo Henrique), Jairo e Thiago Feltri; Agenor, Rômulo, Pituca e Anaílson (Renatinho); Juninho e Josiel (Marcão) Técnico: René Simões

Gol: Marcão, aos 14 minutos do segundo tempo
Cartão amarelo: Preto (G) e Juninho (A) / Cartão vermelho: Baiano (G)
Público: 2.986 pagantes / Renda: R$ 37.411,00
Local: Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, SP. Data: 23/10/2010. Árbitro: Evandro Rogério Roman (FIFA-PR) . Auxiliares: Carlos Bohn (PR) e Marcos Rogério da Silva (PR)


DRAGAO 2x0 Vasco


Uma partida com muitas jogadas de ataque e domínio do Atlético, que deixou as emoções mais fortes para o final do confronto. Na vitória por 2 x 0 em cima do Vasco, neste domingo (17), no Estádio Serra Dourada, os gols de Anailson e Márcio, de pênalti, só sairam nos minutos finais do jogo. A vitória deixou o Atlético-GO com 32 pontos e fora da zona de rebaixamento na classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Atlético-GO 2 x 0 Vasco da Gama - Dragão vence e sai da zona de rebaixamento
O Dragão só retorna a zona de rebaixamento se o Vitória vencer o Grêmio Prudente.

Goiânia, GO, 17 (AFI) – O Atlético-GO segue vivo na briga para se afastar da zona de rebaixamento. Na tarde deste domingo, no Estádio Serra Dourada, o Dragão venceu o Vasco da Gama pelo placar de 2 a 0. Com o resultado, o time goiano sai provisoriamente da zona da degola para a Série B de 2011. Já o Vasco, segue cada vez mais longe do G3, que leva o time a Libertadores do ano que vem.

Confira!
» Atlético-MG 2 x 0 Avaí - Galo vence, mas segue na zona de rebaixamento

Com a vitória sobre o Vasco da Gama, o Atlético-GO chegou a 32 pontos, assumindo a 15ª posição no Brasileirão. Já o Vasco, com a derrota, está em 11º, com 41 pontos ganhos.

Equilibrado, porém sem gols
A partida no Serra Dourada começou com ambas as equipes marcando muito no setor de meio-campo. Marcando a saída de bola do Vasco, o Atlético-GO foi o primeiro a chegar com perigo. Aos 11 minutos, após lançamento de Adriano, Marcão dominou a bola ma grande área e demorou demais para finalizar. Bem no lance, o zagueiro Cesinha afastou o perigo. O primeiro lance de perigo do Vasco aconteceu aos 17 minutos, Após chute de Felipe de fora da área, o goleiro Márcio espalmou a bola para o lado esquerdo. No rebote, Zé Roberto tocou para Éder Luiz, que sozinho chutou para fora.

O jogo seguia equilibrado, com ambas as equipes tentando segurar a bola no campo de ataque. Aos 26 minutos o Dragão chegou novamente com perigo. Após cruzamento de Thiago Feltri, o lateral Carlinhos cortou mal e a bola sobrou para Juninho. O jogador chutou forte, porém sobre o gol de Fernando Prass. O Vasco voltou a assustar na partida somente aos 42 minutos. Após chute forte de Felipe Bastos de fora da área, a bola passou com perigo ao lado do gol de Márcio.

Vitória e esperança no Dragão
O Vasco começou o segundo tempo com uma postura mais ofensiva do que da primeira etapa. Logo aos seis minutos, após cruzamento da esquerda, Éder Luiz chegou atrasado no lance e não conseguiu chutar a bola para o gol. Não demorou muito e novamente o atacante assustou o goleiro Márcio. Após lançamento de Felipe, Éder Luiz invadiu a área e chutou cruzado. A bola passou longe do gol, porém ligando o sinal de alerta na defesa rubro-negra. O Atlético-GO chegou com perigo no segundo tempo somente aos 18 minutos. Após jogada individual, Róbston arricou um chute forte de fora da área. Seguro no lance, Prass fez boa defesa.

O Dragão voltou a equilibrar a partida e chegou ao primeiro gol na partida aos 36 minutos. Após cruzamento de Róbston, Josiel cabeceou forte, obrigando Fernando Prass a espalmar a bola. No rebote, Anaílson, livre de marcação, só empurrou a bola para o fundo da rede. Empolgado, o Atlético-GO chegou ao segundo gol cinco minutos depois. Após pênalti de Allan em Juninho, Márcio converteu a cobrança e ampliou o marcador. Em vantagem na partida, o time da casa segurou a bola no campo de ataque e esperou o apito final da partida.

Próximos jogos
Jogando pela 31ª rodada do Campeonato Brasileirão da Série A, no próximo sábado, o Atlético-GO joga fora de casa, diante do Guarani, às 18h30. Já o Vasco da Gama, no domingo, também às 18h30, joga no Engenhão, contra o Flamengo.

Ficha Técnica

Atlético-GO 2 x 0 Vasco da Gama-RJ

Local: Estádio do Serra Dourada, em Goiânia/GO
Renda:R$ 321.440,00
Público: 14.175 pagantes
Árbitro: Márcio Chagas da Silva/RS
Assistentes: Júlio César Rodriguês Santos/RS e José Eduardo Calza/RS
Cartões amarelos: Adriano, Rômulo, Daniel Marques, Gilson, Róbston, Pituca, Willian (Atlético-GO); Jumar, Carlinhos, Allan (Vasco)
Cartão vermelho: Carlinhos (Vasco)
Gols: Anaílson aos 36’/2T e Márcio aos 42’/2T para o Atlético-GO

Atlético-GO
Márcio; Adriano, Gílson , Daniel Marques e Thiago Feltri; Rômulo (Renatinho), Pituca, Róbston e Anailson (Willian); Marcão (Josiel) e Juninho.
Técnico: René Simões.

Vasco
Fernando Prass; Irrazábal, Cesinha, Dedé e Carlinhos; Rafael Carioca, Jumar, Fellipe Bastos (Allan) e Felipe; Zé Roberto (Jonathan) e Eder Luis (Nilson)
Técnico: PC Gusmão

Corinthians 3x4 DRAGAO


A partida começou nos assustando, aproveitando a distração da defesa atleticana o Corinthians abriu o placar nos primeiros minutos de jogo mas a reação do DRAGAO foi primorosa aproveitando as falhas do Timão virou a partida para 4 a 3, comemorando o resultado no Pacaembu, em São Paulo.

Corinthians 3 x 4 Atlético-GO

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Renda: R$ 748.606,00.
Público: 23.459 pagantes.
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG-FIFA)
Auxiliares: Márcio Estáquio Sousa Santiago (MG-FIFA) e Dilbert Pedrosa Moisés (RJ-FIFA)
Cartões amarelos: Jucilei (Corinthians); Jairo e Agenor (Atlético-GO)
Cartão vermelho: Leandro Castán (Corinthians)
Gols: Leandro Castán ao 1'/1T, Willian Morais aos 25'/2T e Thiago Heleno aos 41'/2T (Corinthians); Juninho aos 19'/1T, Gilson aos 38'/1T e Marcão aos 45'/1T e 22'/2T (Atlético-GO)

Corinthians
Julio Cesar; Alessandro, Thiago Heleno, William (Chicão) e Leandro Castán; Moacir (Defederico), Jucilei, Paulinho e Bruno César; Iarley e Souza (Willian Morais).
Técnico: Adilson Batista

Atlético-GO
Márcio; Adriano, Gílson (Jairo), Daniel Marques e Thiago Feltri; Agenor, Pituca, Róbston e Anailson (Renatinho); Marcão e Juninho (Willian).
Técnico: René Simões.

Flamengo 2x0 DRAGAO


No duelo de Rubro-negros o Dragao nao conseguiu vencer o Flamengo.

Flamengo 2 x 0 Atlético-GO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ
Árbitro: Márcio Chagas da Silva-RS
Assistentes: Marcelo Bertanha Barison-RS e José Eduardo Calza-RS

Público: 7.772 pagantes
Renda: R$ 176.620,00
Cartões amarelos: Deivid, Petkovic (Flamengo); Daniel Marques, Pituca e Róbston (Atlético-GO)
Gols: Val Baiano, aos 30’/2T, e Diego Maurício, aos 41'/2T (Flamengo)

Flamengo
Marcelo Lomba; Léo Moura, Welinton, David e Juan; Willians, Corrêa, Kléberson (Marquinhos) e Petkovic; Diogo (Diego Maurício) e Deivid (Val Baiano).
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Atlético-GO
Márcio; Adriano, Daniel Marques, Gilson e Thiago Feltri; Robston, Pituca, Renatinho (Anaílson) e Diguinho (William); Diogo Campos e Marcão (Juninho).
Técnico: Renê Simões.

Dragao 2x3 CAM - mas nao mereciamos perder




O Atlético-GO teve a oportunidade de deixar a zona de rabaixamento na noite de sábado (2), mas não concretizou o objetivo. O time da casa abriu o placar, permitiu o empate retomou a vantagem mas, não conseguiu evitar a derrota por 3 a 2 para o Atlético-MG. O time continua com 26 pontos no 17° lugar na classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

ATLÉTICO – GO: Márcio; Adriano, Jairo, Agenor, Thiago Feltri; Pituca (Erandir), Robston, Anailson (Keninha), William e Juninho; Diogo Galvão (Diogo Campos). Técnico: René Simões

ATLÉTICO – MG: Renan Ribeiro; Diego Macedo, Réver, Werley, Filipe Souto (Fernandinho); Alê (Renan Oliveira), Zé Luis, Serginho, Ricardinho ; Diego Souza e Obina (Ricardo Bueno). Técnico: Dorival Júnior

Gols: Robston, aos 10; Diego Souza, aos 21; Juninho, aos 39 minutos do 1° tempo; Réver, aos 30 e Ricardo Bueno aos 46 minutos do 2° tempo.

Amarelos: Werley (Atlético-MG), Serginho (Atlético-MG), William (Atlético-GO), Thiago Feltri (Atlético-GO), Jairo (Atlético-GO), Adriano (Atlético-GO), Réver (Atlético-MG), Renan Oliveira (Atlético-MG)

Publico: 3.183 pagantes

Renda: R$ 50.260,00



Sem conseguir chegar ao ataque o Atlético-GO foi até Sete Lagoas (MG) e perdeu por 3 a 0 para o Cruzeiro, nesta quarta-feira (29), pela 26° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. A derrota, no entanto, não tirou nenhuma posição do rubronegro, que continua na saída da zona de rabaixamento. O próximo desafio é no sábado (2), às 21 horas, contra o Atlético-MG, no Estádio Serra Dourada.

CRUZEIRO – Fábio; Jonathan, Edcarlos, Cláudio Caçapa, Diego Renan; (Pablo) Fabrício, Henrique, Everton e Montillo (Roger) ; Thiago Ribeiro (Wallysson) e Farias. Técnico: Cuca

ATLÉTICO - Márcio; Victor Ferraz, Gilson, Daniel Marques, Chiquinho; Agenor, Pituca (Juninho), Robston, William (Keninha) , Diguinho (Anailson); Marcão. Técnico: René Simões.

Gols: Claudio Caçapa, aos 30, Montillo, aos 44 minutos do 1° tempo; Wallysson, aos 42 minutos, do 2° tempo.

Amarelos: Gilson (suspenso/Atlético); Marcão (suspenso/Atlético); Fabrício (suspenso/Cruzeiro),

Expulsos: Daniel Marques (Atlético)

Público:10.869 pagantes

Renda: R$ 135.894,50

Dragão 3x0 Gremio Prudente


Com goleada o Dragao animou a torcida que foi ao serra dourada, a noticia ruim foi a saida de Elias lesionado, os gols foram de Agenor (que fez uma excelente partida), Feltri e Marcao .


FICHA TÉCNICA:

Atlético – Márcio; Victor Ferraz, Gilson, Daniel Marques, Thiago Feltri; Agenor, Robston, William (Juninho), Elias (Anailson), Diguinho (Keninha); Marcão. Técnico: René Simões

Grêmio Prudente – Giovani; Paulo César, Anderson Luís (Cris), Flavio Boaventura, Marcelo Oliveira; Rodrigo Mancha, Roberto, Fabiano Gadelha (João Vitor), Adriano Pimenta; Hugo (William) e Weslley. Técnico: Marcelo Rospide.

Gols: Agenor, aos 24 minutos do 1° tempo; Thiago Feltri, aos 14, Marcão, aos 16

Cartões Amarelos: Marcão (Atlético) e Roberto (Prudente)

Expulsão: Rodrigo Mancha (Prudente)

Público: 2.648 pagantes

Renda: R$ 41.270,00

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Dragão dá o troco!! Goias 1x3 Dragao


Dia de clássico é sempre diferente. Não importa a posição na tabela, o que vale mesmo é a velha vontade de mostrar quem é melhor dentro de campo.
E se no primeiro turno o Dragao amargou a derrota por 3x1 para o Goias e ainda teve que ouvir de um de seus jogadores o comentario infeliz de que "serie A nao é Goianao", agora o troco foi dado. O Dragao devolveu o mesmo placar e mostrou que vence o goias TAMBEM na serie A.
Foi uma vitoria gostosa e num momento muito oportuno, estamos a um passo de deixar a zona da degola e vamos conseguir!!!

Atlético: Márcio; Victor Ferraz, Gilson, Daniel Marques, Thiago Feltri; Agenor, Pituca (Juninho), Robston, Elias, Diguinho (Keninha); Marcão (Anailson). Técnico: René Simões

Goiás: Harlei; Wendell (Manoel), Valmir Lucas, Rafael Toloi, Junior; Amaral, Everton (Bernardo), Wellington Monteiro; Rafael Moura, Wellington Saci (Romerito) e Felipe. Técnico: Jorginho

Gols: Elias, aos 6 e Amaral aos 26 minutos do 1° tempo; Gilson, aos 4 e Juninho, aos 40 minutos do 2° tempo.

Cartão Amarelo: Wellington Monteiro (Goiás), Pituca (suspenso/Atlético), Valmir Lucas (Goiás), Agenor (Atlético),

Público: 11.242 pagantes

Renda: R$ 202.610,00

domingo, 19 de setembro de 2010

Sofrimento sem fim - Dragao 1x2 Cap


Apesar da derrota para o santos na ultima rodada, a esperança da torcida atleticana por uma sequencia de vitorias ja que são tres partidas em casa, nao começou muito bem. perdemos a primeira para o xará paranaense.
como quarto menor publico da temporada (2500) o Dragao entrou em campo displicente, alguns jogadores sonolentos facilitando ao furacão dois gols nos primeiros 15 minutos de partida.
A torcida ficou impaciente com os passes errados e as finalizações afobadas que nao davam em nada.
René simoes começou as substituiçoes com Diguinho que foi infeliz nos dois lances que resultaram nos gols do adversario, porem na minha opiniao o Robston era o pior em campo naquele momento, a torcida passou todo o jogo esperando q ele fosse substituido, mas o treinador preferiu substituir Diguinho.
Victor ferraz tb nao estava num bom dia e acabou sendo substituido por Dida, que entrou bem e fez otimos lançamentos infelizmente nao aproveitados.
mas como estavamos num daqueles dias em que nada dá certo, eis que Ramalho sente o tornozelo e preocupa a comissao tecnica. Em seu lugar entra Anailson que muda a cara do jogo, faz o lance para Diogo Galvao diminuir o marcador porem em um lance IGNORADO pelo Sr. Simon tem uma luxação no punho. Dai o Dragao fica apenas com 10 jogadores e a reação fica impossivel.

ATLÉTICO-GO x ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data: 18 de setembro de 2010, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Carlos Eugenio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: Marcio Eustaquio Sousa Santiago (Fifa-MG) e João Gomes Jacome (AC)

ATLÉTICO-GO: Márcio; Victor Ferraz (Dida), Gilson, Jairo e Thiago Feltri; Pituca, Ramalho (Anailson), Robston, Diguinho (Diogo Galvão) e Elias; Juninho
Técnico: Renê Simões

ATLÉTICO-PR: Neto; Wagner Diniz, Leandro, Rhodolfo e Bruno Costa (Héracles); Vitor, Chico, Branquinho (Ivan Gonzales) e Guerrón (Élder Granja); Maikon Leite e Bruno Mineiro.
Técnico: Paulo César Carpegiani

o revés - Santos 4x2 Dragao


Tudo bem que o favoritismo era do time da casa, mas quem assistiu ao primeiro tempo desse jogo dificilmente apostaria no placar final. O Dragao foi pra cima do adversario, se organizou em campo, foi para o intervalo ganhando por 1x0 e logo no coomeço do segundo tempo ampliou o placar.
Porem nominuto seguinte numa cobrança de bola parada deixou que o Santos diminuisse a vantagem. Depois de tomar o gol a coisa complicou. O time do santos foi pra cima e a defesa do DRAGAO aceitou levando de virada para o placar final de 4x2.

SANTOS - Rafael; Pará (Alan Patrick), Edu Dracena, Léo, Bruno Aguiar e Alex Sandro; Roberto Brum, Danilo e Marquinhos (Madson); Neymar e Keirrison (Marcel). Técnico: Dorival Júnior

ATLÉTICO - Márcio. Victor Ferraz, Jairo, Daniel Marques e Thiago Feltri; Pituca (William), Ramalho, Robston, Elias e Diguinho (Juninho); Josiel (Diogo Galvão). Técnico: René Simões

Gols: Josiel, William, Edu Dracena, Alan Patrick, Madson e Marcel.

Renda: R$ 99.315,00

Público Pagante: 3.873

sábado, 11 de setembro de 2010

Dragão 2x1 Fluminense - JOGAÇOOOO


Com um gol do atacante Juninho, que entrou no segundo tempo, e marcou no período de acréscimo, o Atlético venceu de virada o líder Fluminense por 2 a 1 no Serra Dourada. O atacante Washington abriu o placar, e o meia William empatou para o time rubro-negro, em gols no primeiro tempo. Aos 46, da segunda etapa, depois de passar sufoco com a expulsão do zagueiro Gílson aos 29 minutos, o Dragão virou o placar. Foi o segundo líder que caiu diante do Dragão. Antes o Corinthians, quando era o primeiro ainda no turno do Brasileirão, também perdeu para o Rubro-negro. O resultado melhorou um pouco a situação da equipe goiana, embora ainda continue na zona de rebaixamento. Mas agora na 17ª posição, com 20 pontos, a três do Flamengo, o primeiro fora da faixa da degola neste início de rodada, que termina hoje. Na próxima quarta-feira, o time goiano enfrenta o Santos, às 19h30, na Vila Belmiro.

Atlético - Márcio; Dida, Gilson, Daniel Marques, Thiago Feltri; Agenor, Robston, Ramalho, William (Juninho) e Elias (Anailson); Josiel (Diogo Galvão). Técnico: René Simões.

Fluminense – Fernando Henrique; Gum, Leandro Euzébio, André Luis (Marquinho); Mariano, Valencia, Carlinhos, e Deco, Conca, Júlio Cesar (Belleti); Washington . Técnico: Muricy Ramalho.

Gols – Washington, aos 22 minutos e William, aos 29 minutos do 1º tempo; Juninho, aos 46 minutos do 2º tempo.

Cartões Amarelos – Juninho (Atlético), Belleti (Fluminense)

Expulsão – Gilson (Atlético)

Público -10. 475 pagantes

Renda – R$ 240.540,00

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Gremio 2x0 Dragão



O Atlético buscou o resultado mas não conseguiu evitar a derrota para o Grêmio e deixar a zona de rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro.

Atlético – Márcio; Victor Ferraz, Gilson, Daniel Marques; Thiago Feltri; Agenor (Robston), Pituca, Ramalho, Diguinho; Carlinhos Bala (Anaílson) e Pedro Paulo (Juninho). Técnico: René Simões

Grêmio – Victor; Gabriel, Vilson, Rafael Marques, Fábio Santos; Adilson, Roberson (Leandro), Souza , Douglas (Maylson); Jonas (Lúcio) e Borges. Técnico: Renato Gaúcho

Cartões Amarelos: Douglas (Grêmio); Diguinho (Atlético/suspenso), Victor Ferraz (Atlético/suspenso), Agenor (Atlético), Robston (Atlético), e Pituca (Atlético/suspenso)

Gols: Douglas, aos 7 minutos do 1º tempo; Borges, aos 40 minutos do 2º tempo

Dragão 4x1 Vitória


O Atlético dominou os 90 minutos da partida contra o Vitória e conquistou a primeira vitória dentro de casa sob o comando do técnico René Simões. O placar de 4 a 1 teve dois gols de Elias, que assumiu a artilharia do campeonato ao lado de Bruno Cesar (Corinthians), e dois de Juninho. O único gol do Vitória foi marcado por Eklerson.

Atlético – Márcio; Victor Ferraz (Erandir), Gilson, Welton Felipe (Jairo), Thiago Feltri; Agenor, Pituca, William, Diguinho, Elias; Pedro Paulo (juninho). Técnico: René Simões

Vitória – Viafara; Gabriel, Wallace, Anderson Martins, Vanderson, Egidio (Thiago Humberto); Ricardo, Bida (Kleber Pereira),Junior, Elkeson; Soares (Evandro). Técnico: Toninho Cecílio.

Cartões Amarelos – Victor Ferraz, Elias (suspenso), William (suspenso)

Público – 2.323 pagantes

Renda – R$ 36.490,00

São Paulo 2x1 Dragão

O Atlético foi guerreiro e pressionou os donos da casa, mas o placar final foi desfavorável: 2x1 para o São Paulo.

Atlético: Marcio; Vitor Ferraz, Welton Felipe, Daniel Marques e Thiago Feltri; Ramalho, Pituca, Wesley (Agenor) e Diguinho (Anaílson); Elias e Marcão (Juninho).
Técnico: René Simões

São Paulo: Rogério Ceni; Jean (Samuel), Xandão, Miranda e Junior Cesar; Casemiro, Rodrigo Souto, Jorge Wagner e Marcelinho (Cleber Santana); Marlos e Fernandinho (Dagoberto).
Técnico: Sérgio Baresi

Gols: Xandão, aos 24min do 1º tempo. Juninho, aos 6min e Dagoberto, aos 24min do 2º tempo

Cartão amarelo: Casemiro, Dagoberto e Xandão (São Paulo); Daniel Marques, Ramalho e Welton Felipe (Atlético-GO)

Árbitro: Paulo Henrique Godoy Bezerra (SC).
Auxiliares: Fernando Lopes (SC) e Luis Alberto Kallenberger (SC).
Renda: R$ 165.493,59
Público: 9.364 pagantes

Dragão 2x2 Avaí



Uma partida com muitas jogadas de ataque e várias chances de gol movimentou o Estádio Serra Dourada na noite de domingo. O Atlético empatou em 2 a 2 com o Avaí e somou mais um ponto na classificação da Série A do Campeonato Brasileiro. O resultado deixou o time goiano com 14 pontos na 19ª posição.

Atlético - Márcio; Victor Ferraz, Jairo, Daniel Marques, Thiago Freltri; Pituca, Ramalho (Juninho), William (Anailson), Diguinho (Erandir), Elias; Marcão. Técnico: René Simões.

Avaí - Renan; Patric, Émerson, Rafael, Eltinho; Rudnei (Leandro Bomfim), Marcinho Guerreiro, Jéferson (Leonardo), Válber, Vandinho; Robinho (Sávio). Técnico: Antônio Lopes

Publico: 3.211 pagantes

Renda: R$ 50.040

Arbitragem:

Leonardo Gaciba/RS

Marrubson Melo Freitas/ DF

João Antônio Sousa Paulo Neto /DF

Cartões amarelos – Elias, William, Victor Ferraz

Palmeiras 0x3 Dragão

Noite de lua cheia e clima agradável na cidade de São Paulo. O estádio do Pacaembu recebeu o confronto entre Palmeiras x Atlético com clima de festa, já que a equipe alvi-verde comemorava aniversário de 96 anos. Mas depois de 90 minutos, quem comemorou foram os rubro-negros que venceram a partida por 3x0 e voltam para Goiânia (GO) com os três pontos na bagagem. A equipe do técnico René Simões agora respira ares de recuperação e em grande estilo. "Eu acho que o futebol brasileiro precisa bater em 3 pontos: conceitos, função e criatividade. Esse time está começando a entender isso. Hoje esses conceitos estavam firmados e tivemos bastante criatividade", disse o técnico do Dragão. (Fonte : www.atleticocg.com.br - Israel Coifman)

Atlético: Márcio, Victor Ferraz (Agenor), Daniel Marques, Welton Felipe, Thiago Feltri, Pituca, Ramalho, Robston (Chiquinho), Diguinho (Anaílson), Elias e Marcão.
Técnico: René Simões

Palmeiras: Marcos, Vitor, Danilo, Maurício Ramos, Gabriel Silva (Patrik), Edinho, Rivaldo, Tinga, Valdívia (Vinícius), Luan (Ewerthon) e Tadeu.
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Gols: Elias (28 e 37 minutos do 1o tempo; 37 minutos do 2o tempo)
Cartões amarelos: Thiago Feltri, Elias e Diguinho.

Público presente: 13.522
Renda: R$ 359.824,00

Arbitragem: Evandro Rogério Roman (PR)
Auxiliares: Gilson Bento Coutinho (PR) e Bruno Boschillia (PR)
4º Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)

Inter 1x1 Dragão


No empate em 1 a 1 com o Inter, neste domingo (22), o Atlético mostrou em campo que tem plenas condições de deixar a zona de rebaixamento da Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe também demonstrou bom preparo físico, que em muitos momentos da partida sufocou o adversário.

Atlético: Márcio; Vitor Ferraz, Welton Felipe, Jairo, Thiago Feltri; Pituca, Ramalho, Robston e William (Carlinhos Bala), Elias (Anaílson); Rodrigo Tiuí (Pedro Paulo). Técnico: René Simões.

Internacional: Renan; Bruno Silva, Ronaldo Alves (Fabiano Eller), Sorondo, Leonardo; Glaydson, Derley, Éverton (Marquinhos), Andrezinho, Edu (Oscar); Leandro Damião. Técnico: Celso Roth.

Gols: Victor Ferraz (41 min do 1º tempo) e Leandro Damião (26 min do 2º tempo)

Cartões amarelos: Jairo, Tiuí, Welton Felipe, Pedro Paulo

Público: 15.571 público presente

Renda: R$ 200.225,00

Arbitragem:

Paulo César Oliveira (Fifa-SP)

Ednilson Corona (Fifa-SP)

Márcio Eustáquio Sousa Santiago (Fifa-MG)



quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Novidades no DRAGÃO

O Dragão apresentou tres novas contratações para a sequencia do Brasileirão.
Na minha opinião tres excelentes reforços.

JOSIEL - ATACANTE

Nome: Josiel da Rocha

Data de nascimento: 07.08.1980, em Rodeio Bonito - RS

Idade: 30 anos

Altura: 1,74 m

Peso: 75kg

Principais Clubes:

Juventude-RS
Brasiliense-DF
Paraná Clube-PR
Al-Wahda - Arábia Saudita
Flamengo-RJ
Jaguares - México

Títulos:

Copa Rio de Janeiro: 2009
Campeonato Carioca: 2009

*Artilheiro da Série A do Campeonato Brasileiro 2007 – 20 gols

DIOGO GALVÃO - ATACANTE

Nome: Diogo Galvão de Macedo

Data de Nascimento: 07.03.1982, em Rondonópolis - MT

Idade: 28 anos

Altura: 1,73m

Peso: 73 kg

Clubes:
União de Rondonópolis/MT
Beira–Mar (Portugal)
Desportivo de Chaves (Portugal)
Esporte Lisboa e Nelas (Portugal)
União de Rondonópolis/MT
Vila Aurora/MT
Trindade/GO
Goiás

Títulos:
2009 - Campeão da Copa Mato Grosso

*Artilheiro do Campeonato Goiano 2010 – 15 gols


DIGUINHO - MEIA

Nome: Rodrigo Andrade da Silva

Nascimento: 05.02.1988, no Rio de Janeiro

Altura: 1,79 m

Peso: 72 kg

Clubes: Flamengo, América-RJ, Botafogo

Títulos: Campeonato Carioca de 2010 (Copa Guanabara e Copa Rio de Janeiro pelo Botafogo)

Dragão 0x2 Botafogo



O Atlético correu e tentou buscar a vitória, mas com muitos erros, acabou perdendo de 2 a 0 para o Botafogo, no Serra Dourada.

Atlético-GO 0x2 Botafogo

Gols
Botafogo:
Somália, aos 6min, e Jobson, aos 37min do segundo tempo

Ponto Forte do Botafogo
O setor ofensivo mostra força, com boas opções como Jobson, Herrera, Edon e Maicosuel - todos em boa fase.

Ponto Forte do Atlético-GO
Ao contrário do que foi a sua principal carcaterística nos acessos que conquistou nas divisões inferiores do Brasileiro, o Atlético-GO deixou de ter um ataque forte, mas compensa se defendendo bem.

Ponto Fraco do Botafogo
Mesmo melhor tecnicamente, permitiu que o primeiro tempo fosse equilibrado, entrando no jogo truncado dos goianos.

Ponto Fraco do Atlético-GO
Ataque fraco e dificuldades para se impôr, mesmo como mandante.

Personagem do jogo
Jobson: após o pesadelo do doping, o jogador se recupera jogo a jogo, com boas atuações. Mostrou a alegria de poder voltar a jogar, após quase ser banido do futebol, comemorando seu gol com dancinha.

Esquema Tático do Atlético-GO
4-4-2
Márcio, Victor Ferraz, Welton Felipe, Daniel Marques e Thiago Feltri (Chiquinho); Pituca, Ramalho, Anailson (Pedro Paulo) e William (Marcão); Carlinhos Bala e Rodrigo Tiuí. Técnico: René Simões

Esquema Tático do Botafogo
3-5-2
Jefferson, Leandro Guerreiro, Antônio Carlos e Fábio Ferreira; Alessandro, Somália (Fahel, 34''/2ºT), Marcelo Mattos (Caio, 26''/2ºT), Maicosuel e Marcelo Cordeiro; Jobson e Herrera (Edno, 10''/2ºT). Técnico: Joel Santana

Cartões amarelos
Atlético-GO: Daniel Marques
Botafogo: Alessandro

Árbitro
Carlos Eugênio Símon (RS)

Público
9.433 pagantes

Renda

R$ 236.805,00

Ceará 0x0 Dragão - Continuamos na lanterna


O Atlético empatou com o Ceará em 0 a 0 no Castelão, em Fortaleza, pela 13ª rodada do Brasileirão.

Ceará 0 x 0 Atlético-GO

Ponto Forte do Ceará
Equipe melhorou no segundo tempo a partir das mudanças do técnico Estevam Soares.

Ponto Forte do Atlético-GO
Defesa segurou bem os ataques do Ceará.

Ponto Fraco do Ceará
Péssima pontaria dos atacantes, especialmente de Washington.

Ponto Fraco do Atlético-GO
Equipe perdeu o controle do meio de campo no segundo tempo, e ficou apenas na defesa por boa parte do jogo.

Personagem do jogo
Márcio: o goleiro do Atlético-GO fez grandes defesas e impediu a vitória do Ceará.

Esquema Tático do Ceará
4-4-2
Diego; Oziel (Clodoaldo), Fabrício, Anderson e Ernandes; Michel, Heleno, Careca (Erick Flores) e Tony; Washington e Misael (Camilo). Técnico: Estevam Soares

Esquema Tático do Atlético-GO
4-5-1
Márcio; Victor Ferraz, Daniel Marques, Welton Felipe e Thiago Feltri (Erandir); Pituca, Ramalho, Robston, Anaílson (Pedro Paulo) e William (Elias); Rodrigo Tiuí. Técnico: René Simões

Cartões amarelos
Ceará: Fabrício e Erick Flores
Atlético-GO: Márcio, Daniel Marques e Róbston

Árbitro
Luiz Flavio de Oliveira (SP)

Local
Estádio Castelão, em Fortaleza (CE)

domingo, 1 de agosto de 2010

Rene Simões é o novo técnico do Dragão



A diretoria do Atlético Clube Goianiense oficializou na noite deste sábado, 31-07, que René Simões é o novo técnico do time.

René é bastante conhecido no futebol brasileiro e também fora do país, pois além de equipes estrangeiras, já dirigiu seleções da Jamaica (na Copa do Mundo de 1998), Trinidad e Tobado, Iran e a Costa Rica no ano passado.

Agora o treinador assume a equipe atleticana que segue na disputa do Brasileirão.

“Esse time vem sendo ganhador há 5 anos. Agora está experimentando algo que não está acostumado. A maioria dos jogadores do elenco fez parte desse projeto ganhador. Vamos trabalhar muito dentro de campo e também o equilíbrio emocional de todos, para fazê-los jogar como antes e para que o Atlético volte a ser uma equipe vencedora”, afirmou o novo comandante rubro-negro.

René Simões será apresentado na segunda-feira no final da manhã, no CCT do Dragão. O horário exato da apresentação será definido após a chegada do treinador a Goiânia.

Dragão fica no empate com o Guarani



O Atlético empatou em 1 a 1 com o Guarani neste sábado, na partida válida pela décima segunda rodada do Brasileiro. Rodrigo Tiuí fez o gol rubro-negro e Mazola empatou para os visitantes.

O Dragão teve uma chance claríssima de gol, já sem goleiro, mas o gramado irregular do Serra Dourada atrapalhou a conclusão rubro-negra. Fora isso, o Atlético dominou a partida e criou várias chances em que a bola saiu por pouco ou parou nas defesas do goleiro paulista.



Atlético-GO
Márcio; Dida, Welton Felipe, Daniel Marques e Thiago Feltri; Agenor, Róbston (Carlinhos Bala), Ramalho e Anaílson; Pedro Paulo (Juninho) e Rodrigo Tiuí (Marcão).
Técnico: Reinaldo Gueldini

Guarani
Douglas; Apodi, Fabão, Rodrigão e Márcio Careca; Renan, Paulo Roberto (Maycon), Baiano e Mário Lúcio (Fábio Souza); Diogo (Ricardo Xavier) e Mazola
Técnico: Vágner Mancini

Data: 31/07/2010 (sábado)
Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia-GO
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Auxiliares: Márcia Lopes Caetano (Fifa-RO) e João Gomes Jacome (AC)
Cartões amarelos: Apodi (Guarani) e Marcão (Atlético-GO)
Gols: Rodrigo Tiuí aos 4min e Mazola aos 17min do primeiro tempo

Roberto Fernandes não é mais tecnico do Dragão

A noticia surpreendeu a todos, inclusive alguns jogadores.

A diretoria do Atlético Clube Goianiense comunicou nesta tarde a saída do técnico Roberto Fernandes do comando do time.

“Em uma reunião com o técnico Roberto Fernandes chegamos à conclusão que o nosso compromisso com ele seria encerrado. Algumas coisas não aconteceram e o grupo no geral não estava absorvendo a sua filosofia de trabalho. Fica o nosso respeito e a consideração pelo grande profissional que ele é”, afirmou o diretor de futebol Adson Batista.




domingo, 25 de julho de 2010

Dragao atua bem mas perde para o Vasco no RJ




O Atlético atacou bastante, mas foi derrotado pelo Vasco por 2 a 0 neste sábado no estádio São Januário. No jogo válido pela décima primeira rodada, o Dragão teve uma boa atuação, mandou duas bolas na trave e desperdiçou uma cobrança de pênalti, enquanto a equipe carioca aproveitou as duas chances que teve e saiu vencedora.

O Atlético terá uma semana de trabalho e volta a jogar no próximo sábado contra o Guarani, às 18h30, no Serra Dourada.


VASCO 2 X 0 ATLÉTICO-GO

Vasco
Fernando Prass, Fagner (Irrazabal), Titi, Dedé e Carlinhos (Jumar); Rafael Carioca, Romulo, Nilton e Fumagalli; Jonathan e Nunes (Elton).
Técnico: Paulo César Gusmão

Atlético-GO
Márcio; Dida, Jairo, Daniel Marques, e Chiquinho; Pituca, Robston e William (Anaílson); Marcão (Ramalho), Pedro Paulo (Juninho) e Rodrigo Tiuí.
Técnico: Roberto Fernandes

Data: 24/07/2010 (sábado)
Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Arbitro: Arilson Bispo (BA)
Auxiliares: Alessandro Álvaro (BA-Fifa) e Erick Bandeira (PE-Fifa)
Cartões amarelos: Titi (Vasco); Pituca, Robston e Chiquinho (Atlético-GO)
Gols: Nílton, aos 33 minutos do primeiro tempo; Fumagalli, aos 8 minutos do segundo tempo

Dragão vence o lider do campeonato em jogo eletrizante





O Atlético mostrou sua força na noite desta quarta-feira, no Serra Dourada, e venceu o Corinthians por 3 a 1. Os rubro-negros foram guerreiros e tiraram a invencibilidade dos paulistas, líderes do Brasileirão. Robston, Pedro Paulo e Marcão fizeram os gols da vitória atleticana válida pela décima rodada da competição. Iarley fez o gol corintiano.

ATLETÍCO-GO
Márcio, Dida, Jairo (Daniel Marques), Welton Felipe e Chiquinho; Pituca, Robston e William; Pedro Paulo, Marcão (Juninho) e Rodrigo Tiuí (Agenor).
Técnico: Roberto Fernandes

CORINTHIANS
Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Paulo André e Roberto Carlos (Defederico); Ralf, Elias, Bruno César e Danilo (Tcheco); Dentinho (Souza) e Iarley.
Técnico: Mano Menezes

Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data: 21/07/2010 (quarta-feira)
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moises e Marco Aurelio Pessanha
Cartões amarelos: Rodrigo Tiuí, Chiquinho, Robston, Welton Felipe, William, Pituca e Marcão (Atlético-GO); Julio Cesar, Souza e Chicão (Corinthians)
Gols: Robston, aos 22min, e Iarley, aos 33min do primeiro tempo; Pedro Paulo, aos 23min, e Marcão, aos 34min do segundo tempo

Carlinho Bala é do Dragao




A diretoria do Atlético Clube Goianiense apresentou mais um reforço para o Campeonato Brasileiro. O atacante Carlinhos Bala é a novidade para reforçar o Dragão na competição. O presidente Valdivino de Oliveira apresentou o jogador que assinou contrato até o fim do ano.

No duelo de Rubro-negros : Dragão 0x1 Flamengo



O Atlético fez uma boa apresentação no Serra Dourada diante do Flamengo, mas a bola atleticana não entrou e com um gol de pênalti o time perdeu para a equipe carioca. A partida foi válida pela nona rodada do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-GO 0 X 1 FLAMENGO

Estádio: Serra Dourada, Goiânia
Data: 18/7/2010
Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira (FIFA/SP)
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho (FIFA/SP) e Carlos Augusto Júnior (SP)

Público: 18.544 pagantes
Renda: R$ 469.990,00
Cartões amarelos: Pituca, Welton Felipe (ACG); Juan (FLA)
Gol: Petkovic 35' / 1ºT

ATLÉTICO-GO:

Marcio, Dida, Gilson, Welton Felipe e Chiquinho; Agenor, Pituca (William) (Anaílson), Robston e Elias; Pedro Paulo e Rodrigo Tiuí (Juninho)

Técnico: Roberto Fernandes

FLAMENGO:

Marcelo Lomba, Léo Moura, Welinton, Ronaldo Angelim e Juan; Willians, Correa (Fabrício) , Kleberson (Rômulo) e Petkovic; Vinícius Pacheco e Diego Mauricio (Cristian Borja).

Técnico: Rogério Lourenço

Reinicio sofrido : CAM 3x2 Dragão





O Atlético não conseguiu superar o Atlético-MG na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas-MG.
No jogo válido pela oitava rodada do Brasileirão, o Dragão fez uma boa atuação, principalmente no segundo tempo, mas não conseguiu evitar a derrota por 3 a 2. Marcão e Rodrigo Tiuí fizeram os gols rubro-negros.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO 3 x 2 ATLÉTICO-GO


Data: 15/7/2010
Estádio: Arena do Jacaré - Sete Lagoas (MG)
Gols: Diego Tardelli (17’) (34’), Marcão (31’), Ricardo Bueno (43’), Rodrigo Tiuí (60’)
Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA)
Auxiliares: Adson Marcio Lopes Leal (BA) e Luiz Carlos Silva Teixeira (BA)
Cartões amarelos: Diego Tardelli (CAM); Márcio, Agenor, Marcão, Chiquinho (ACG)
Cartão vermelho: Jairo (ACG)

Atlético-MG:
Fábio Costa; Diego Macedo, Jairo Campos, Werley e Leandro; Zé Luis, Serginho (João Pedro) e Ricardinho; Diego Tardelli (Diego Souza), Neto Berola (Fabiano) e Ricardo Bueno.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Atlético-GO:
Márcio; Dida, Jairo, Gilson e Chiquinho; Agenor (William), Pituca, Ramalho (Elias) e Robston; Marcão (Anailson) e Rodrigo Tiuí.

Técnico: Roberto Fernandes

Novos Uniformes






O Atlético lançou em parceria com a Super Bolla os novos uniformes dos atletas e da comissão técnica


O que rolou antes do reinicio do Brasileirão

Fiquei alguns dias sem postar por motivo de força maior mas ja estou de volta =)

  • Nesse periodo algumas mudanças aconteceram no Dragão como a chegada e saida do preparador fisico Flavio Trevisan (que foi embora para o futebol arabe). A diretoria rubro-negra agiu rápido e contratou o preparador físico Antônio Carlos Bona (ex- Corinthians).
  • O Dragão fez tres amistosos no Estadio Antonio Accioly.
  • o primeiro contra o Anapolis venceu por 4x1 com gols de Robston, Tiui, Marcão e Anailson.
  • o segundo contra a Aparecidense venceu com placar magrinho de 1x0 - gol de Agenor - mas o foco principal foi a homenagem a Lindomar que se despede esse ano dos gramados, O jogador vai disputar a divisão de acesso do Campeonato Goiano pela Aparecidense e depois de muitos anos no Atlético, clube em que deve ocupar algum cargo após o encerramento da carreira, tambem foram homenageados Robston, Marcio (200 jogos) e Jairo (150 jogos) com a camisa do Dragão.
  • o terceiro foi na verdade um jogo treino contra o inhumense que terminou em 1x1.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

As últimas do DRAGÃO

Enquanto o Brasil volta suas atenções para a copa do mundo, o Dragão ja retornou do recesso e com novidades;

O novo técnico que veio substituir Geninho é Roberto Fernandes:


Nascimento: 05/05/1971

Naturalidade: Recife - PE

Principais Clubes:

Vila Nova-GO / Santo André-SP / Ituano-SP / Náutico-PE / Atlético-PR / Figueirense-SC / Fortaleza-CE / Brasiliense-DF

Titulos:

2010 - Vice-Campeão Candango (Brasiliense)

2008 - Vice-Campeão Pernambucano (Náutico)

2007 - Campeão Candango (Brasiliense)


Outra novidade é o retorno do lateral Dida após tres anos afastado clube:


Nome: Eduardo Gabriel dos Santos Filho

Nascimento: 04/02/1979

Idade: 31 anos

Altura: 1,70 m

Peso: 72 kg

Principais clubes: Flamengo-RJ, Botafogo-RJ, Guarani-SP, Brasiliense-DF, Atlético-GO, Vila Nova-GO

Títulos: 2002 – Campeão Carioca (Flamengo)

2007 – Campeão Goiano (Atlético)

2008 – Campeão Goiano (Itumbiara)

2003, 2004 e 2005 – Campeão Candango (Brasiliense)